Bem-vindo(a) ao Wesker High School
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Seja bem-vindo(a) ao WHS, leia as regras, visite nosso tutorial, faça sua ficha e acima de tudo: Divirta-se!
Para a infelicidade de todos, as férias terminaram! A primeira aula está ocorrendo no ginásio, aberta a todos os anos. Corram para postar!
Está no tédio? Dê uma olhada nos nossos parceiros! Vale a pena!
Não se esqueça de dar uma passadinha nos registros, garanta exclusividade no seu Photoplayer/Sobrenome/Poder.
WELCOME
PERÍODO ON:
▬ FEVEREIRO (VERÃO):
Min: 25ºC
Máx: 32ºC


AULAS:
▬ Aula de ed. Física (03/02)

LINKS
STAFF


PARTNERS


Compartilhe | 
 

 Túneis

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Taylor Katrina Wesker
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 101
Data de inscrição : 22/02/2012

MensagemAssunto: Túneis    Qua Mar 07, 2012 4:00 pm



Os túneis são a única saída segura do Wesker High School, adentrar tais túneis significa ver-se livre do perigo de ser pego fugindo por alguma autoridade/funcionário do colégio. Em compensação, há outros perigos quase, ou mais preocupantes que isso nos subterrâneos do colégio: reza a lenda que o fundador construiu seu colégio acima de uma prisão onde se encontravam todos os superdotados que já ofereceram perigo à humanidade, em forma de aviso as próximas gerações que vinham. O lugar é dominado por um forte e perturbador cheiro de enxofre, a iluminação é fraca, apenas algumas lâmpadas de cem em cem metros, ou mais. Grades enferrujadas e fracas, mas protegidas magicamente, impedindo qualquer um de sair ou entrar, aparecem de tempos em tempos, e quem se atreve a observar o que elas guardam verá os esqueletos dos antigos castigados por aquela sórdida prisão. Teias de aranhas estão por quase toda a parte, e suas donas não tardam a aparecer também, juntas de outros espécimes rastejantes. O lugar é capaz de fazer o mais corajoso ser tremer de medo, o alívio apenas os alcança após encontrar, literalmente, “a luz no fim do túnel”. Uma grade enferrujada e facilmente movida mostra uma justa abertura, onde há uma pequena escada – apenas uma pessoa por vez – que leva a uma superfície bem afastada do Colégio.

- - - - - - - - - - ● - - - - - - - - - -

Taylor Katrina Wesker


ADM Master :: Conta Fundadora :: Wesker Girl
Estudante do WHS :: Controle Elemental ::
Tumblr
U-U Quarteto Fantástico:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://wesker-highschool.forumeiros.com
Phelipa Beaumont
Estudantes do WHS
Estudantes do WHS
avatar

Mensagens : 41
Data de inscrição : 03/05/2012

MensagemAssunto: Re: Túneis    Sab Maio 05, 2012 9:37 pm


Shake it out
And it's hard to dance with a devil on your back

Ela acordou cedo naquele dia, tentando colocar as idéias em ordem. Assim que trocou as roupas de dormir pelo uniforme escolar,seus olhos deteram-se na imagem externa à janela do dormitório feminino e a garota rapidamente percebeu para onde deveria ir.
Phelipa caminhava apressadamente até o seu destino, ora cumprimentando alguns conhecidos pelo caminho, ora concentrando-se apenas na batidas de seus sapatos no chão. Ela estava curiosa, de fato. Desde que chegara, ouvira dizer que aquele local - os Túneis - eram ditos como mal assombrados, por guardarem o que Wesker High School possuia de mais valioso - e ameaçador - : era no subterrâneo que, segundo a lenda pairante na região,estavam aprisionados os seres mais poderosos e perigosos que a humanidade já vira, servindo como um sinal de cautela para os ascendentes seguintes.
Ok, Phelps sabia dos perigos que poderia vir a encontrar caso colocasse os pés nos túneis e principalmente do terrível medo que ela poderia - ou não- vir a sentir, quem sabe? A curiosidade da morena era indomável.
(...)
A ausência de som predominava -com exceção dos passos ritmados que a garota constantemente fazia. A paisagem mudou rapidamente, transformando o colorido opaco das edificações em um marrom bastante escuro -cor essa que manchava tudo que se conhecia,transformando o ambiente em um local desagradável para se permanecer.Adicionando o terrível cheiro de enxofre e a escuridão sinistra que causava arrepios em Phelps, ela surpreendera-se ao constartar que queria -ainda queria!- seguir em frente.
Por instinto -ou talvez fossem a ilmuninação fraca que insistia em tremeluzir ali-Phelps ergueu suas mão até a altura do olhos e murmurou evocações. Fechou os olhos,absorvendo a negatividade daquele ambiente. Mas do que depressa, as lembranças do tempo em que sofrera nas mãos de desconhecidos atingiu-a de tal modo que sua respiração tornou-se ofegante e os olhos foram abertos em um rompante,garantindo que as lembranças ficassem vivas em sua mente.
Uma sensação de arrependimento invadiu seu corpo e a morena balançou a cabeça negativamente. Não deveria estar ali,duelando com o seu passado. Suspirou,sentindo-se uma tola enquando seus olhos notavam que a luz da lâmpada próxima a si estava um pouco mais forte. Era evidente que Phelipa havia feito a conexão com seus poderes,mesmo que isso significasse dor e sofrimento para ela. Agora o medo distanciava-se e, embora as celas alertassem que estava em um local perigoso, Phelps novamente não se importou. Ela andou alguns passos, fascinada pela 'façanha' que havia feito.


Post: 001,
Clothes: Click! ,
Notes:Seilá, esse final não me agradou e-e. Enfim..Sorry os erros and qualquer coisa,gritem. Q,
With: Alone.
And Thanks, Baby Doll! ♥ @ ETVDF


Última edição por Phelipa Beaumont em Dom Maio 06, 2012 2:47 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hannah A. Malik
Estudantes do WHS
Estudantes do WHS
avatar

Mensagens : 43
Data de inscrição : 02/05/2012
Localização : Procura no Google c=

MensagemAssunto: Re: Túneis    Dom Maio 06, 2012 12:41 pm

Enquanto eu estava COMPLETAMENTE entediada andando pelas ruas de San Diego, resolvo ir dar uma volta pela nova escola que logo ficaria cheia de alunos no começo das aulas. De qualquer forma, eu não faria falta para ninguém me arrisacando naqueles túneis malucos que mais pareciam o castelo mal assombrado do Drácula. Meu pai, como sempre, estava trabalhando e voltaria tarde para casa, por esse motivo eu tinha que aproveitar o máximo o resto das minhas férias porque concerteza ele me cobraria o jantar nas próximas 205 noites - ou não.
Chego aos túneis com a minha típica cara de medrosa, o que já era de se esperar porque fazia menos de um ano que eu havia desoberto sobre meus poderes e uma parte eu não sabia como usar, a outra simplesmente funcionava, tipo um carro automático entende?
Caminhando vagarosamente, percebo que tinha mais alguém no túnel. Vou andando dando passos mais rápidos e até ver uma garota com cabelos pretos, me aproximo dela e digo - Hã... Oi! - Digo esperando uma resposta. Talvez ela também fosse aluna da escola e seria umas das minhas primeiras amigas, que já é um começo em uma nova cidade.



Vestindo: Clica?
Citei: Phelipa
Falei com Phelipa
Ps** Tou tensa hoje, por isso o psot não ficou tão bom :S
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lyanna A. L. Thomas
Estudantes do WHS
Estudantes do WHS
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 02/05/2012
Idade : 21
Localização : Te interessa?

MensagemAssunto: Re: Túneis    Dom Maio 06, 2012 4:04 pm

I'M A HIGH-FUNCTIONING SOCIOPATH.


Acordara estranha naquela manhã.
Não que qualquer manhã fosse normal para um superdotado, mas esta era diferente. Não sentia sua tão normal bipolaridade rondando seu humor, muito menos a conhecida fatiga e sonolência matinal.
As férias estavam quase no fim, mas isso não a impediria de causar mais alguns problemas na Wesker, já conhecia suas regras, mas não se importava nem um pouco com elas.
Vestiu a primeira roupa que encontrou, um vestido, meias-calças, coturnos e sua jaqueta de couro. Comeu uma barra de cereais e partiu.
O caminho para os túneis foi um tanto divertido. O sol não estava forte, mas brilhava no céu, e o vento gelado da manhã lhe trazia arrepios. Falou com aqueles que reconheceu e cumprimentou aqueles que não fazia ideia de quem eram.
Finalmente, atingiu o subterrâneo.
O cheiro de enxofre lhe deixou tonta e a frieza das paredes de pedra não impediram o calor lhe sufocar com o couro.
Invocou uma pequena fonte de luz em sua palma. Não era muito boa dominando os elementos, não era a especialidade dos ilusionistas, mas conseguia fazer algo fraco que durava o necessário.
Não estava nem na metade do caminho quando sentiu seu humor se esvair por completo. A raiva por estar em um local tão escuro lhe atingiu por completo e então, Lyanna já não conseguia mais enxergar as coisas como deveria. Tudo virou apenas mais um dos motivos pelos quais odiava aquele colégio, sentia que deveria acabar logo com aquilo, pegar um avião de volta para a Inglaterra e espancar seus pais por deixarem-na sozinha por tanto tempo.
Logo, tudo virou um borrão. Caminhava em passos largos sentido a poeira bater e sua pele com a força que pisava.
Então, tudo aconteceu.
A pequenina bola de luz se apagou, junto com um vulto mal iluminado. Sua vista escureceu e ela esbarrou em algo que definitivamente não era nem parede nem esqueleto.
Ouviu um voz feminina falar em tom de raiva e quando finalmente voltou a enxergar se deparou com uma menina alta de cabelos longos e negros em quem esbarrara e outra, que possuía um olhar doce e cabelos loiros. "Desculpe-me o esbarrão e a intromissão, mas... O que fazem aqui?"
Não era comum perder o controle com a magia, e ser consumida por ela de forma tão bruta quanto acabara de acontecer, mas nunca é fácil ser bipolar e superdotada. Principalmente quando se é uma garota.
TAGGED:

Phelps e Hannah.

Clothes:


Notes:

Desculpa a porcaria que ficou.
Thanks, Baby Doll @ Etvdf

- - - - - - - - - - ● - - - - - - - - - -

Lyanna Ashford Lannister Thomas

BRITISH BLONDE BITCH ● ILLUSIONIST ● CAN YOU FEEL THE MAGIC?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://memoriesofa-dreamer.tumblr.com
Alice E. Hool Campbell
Estudantes do WHS
Estudantes do WHS
avatar

Mensagens : 22
Data de inscrição : 02/05/2012
Idade : 19
Localização : Come and find out#

MensagemAssunto: Re: Túneis    Seg Maio 07, 2012 8:06 pm





LIVING IN A FAIRY TALE!

Gosto do modo carinhoso do inacabado, do malfeito, daquilo que desajeitadamente tenta um pequeno vôo e cai sem graça no chão.





- Vamos! Vamos! Não vai querer perder essa, não é mesmo? O que aconteceu com você?! Está tão devagar! Venha! Venha! - Dissera Alice em um tom animado e de grande euforia, afinal, não era todo dia que ela podia encontrar mais pessoas que eram quase semelhantes à ela, ou melhor, era sim, de certa forma, mas isso não vem ao caso. Referindo-se à sua irmã gêmea que amava muito, Melissa, cuja qual era tão boa quanto Alice, formando uma dupla de amigas-irmãs inseparáveis, tirando os momentos de brigas, que todos conhecem e tudo o mais. Elas eram muito semelhantes em diversos aspectos, entretanto, talvez Alice fosse um pouco mais, "fora" do mundo real, acreditando em ilusões, em um mundo fantasioso, não existente, fazendo dele o seu "refúgio".

- Mel! Mel! Vamos, depressa! - Gritava animadamente Alice à sua irmã, Melissa, que andava de forma rápida e apressada de igual forma, embora Alice não estava se aguentando para porem em prática o planejamento que haviam feito para aquele dia - Visitar os Subterrâneos do Instituto Wesker, um lugar que muitos diziam ser "tenebroso", mas Alice acha que poderia ser tão bonito como o restante do lugar. É, ela era um pouco "estranha" para alguns, ainda mais quando se referia ao fato de achar beleza e bondade em tudo, até nas mais perversas das criaturas, fato que muitos a repreenderam durante a sua vida, sendo Melissa a sua grande amiga e companheira. - E-U N-Ã-O A-C-R-E-D-I-T-O! MEEEL, OLHE SÓ! CHEGAMOS! CHEGAMOS! - Dissera em alto tom de voz à sua irmã Melissa, a pequena garotinha, que encontrava-se fascinada pela paisagem ao seu redor. Era um lugar todo escuro, que dava até medo, mas que Alice conseguira encontrar toda a bondade e beleza naquele lugar também, como era de seu feitio.

- Meeeel, sabe o que poderíamos fazer? Brincarmos! Não importa a brincadeira, está com você! Vem me pegar! Lero-lero! - Dissera Alice em um tom provocativo de voz à sua irmã, embora fosse de forma descontraída e de brincadeira. No mesmo instante, ela sentira que havia mais alguém ali ao redor delas, sentimentos pairavam sobre o estabelecimento, e ela bem soube, anteriormente à estar mais a fundo nos túneis daquele lugar subterrâneo, embora os sentimentos houvessem ficado mais fortes conforme ela avançava por entre os túneis do subterrâneo. Ela poderia querer fugir, mas era curiosa, e um pouco ousada e destemida, e então, de igual forma, não poderia fugir e deixar aqueles mistérios sem serem desvendados. No mesmo instante, ela decidira imaginar algo que lhe fosse bem útil naquele momento, ou não, mas eram "asas de borboleta". É, não fora bem aquilo que surgira, mas algumas borboletas de asas e corpos cintilantes surgiram no recinto, iluminando todo o lugar por onde passavam, revelando ainda mais o lugar assustador e, as pessoas que também ali se encontravam. Eram mais algumas garotas, que Alice não fazia ideia sobre o que faziam ali, mas fez questão de cumprimentá-las ao longe, e avisar Melissa sobre a presença das mesmas - Olá! Quem está aí? Eu sou Alice... MEL! - Mel - Mel... - Dissera a garotinha chamando a sua irmã, cujo grito fora se dispersando conforme o caminho que percorriam. - Temos companhia, Mel! - Disse assim que sua irmã estava ao seu lado.







THANKS BRITTY @ OPS.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Raven E. Baskerville
Estudantes do WHS
Estudantes do WHS
avatar

Mensagens : 36
Data de inscrição : 04/05/2012
Idade : 23
Localização : Fell down the rabbit hole...

MensagemAssunto: Re: Túneis    Ter Maio 08, 2012 12:42 am


A chegada à suposta escola não havia sido a mais eventual. E o que era eventual? Preencher formulários e assistir com uma certa surpresa a falta de reação em que a coordenação local mostrou ao contestar seu histórico psiquiátrico e ausência de responsáveis, com certeza não. Deveriam estar acostumados com situações assim, supunha. Boatos sobre os padrões que as crianças superdotadas costumavam seguir foram os primeiros a chegar a seus ouvidos, tanto pelos vivos quanto pelos os mortos. E quantos eram. Uma coisa havia percebido, histórias e mais histórias, das mais leves às sórdidas, não eram um fenômeno raro naquela instituição. Nada era. A improbabilidade parecia reinar, e Raven gostava disso em escapar do ordinário "mundo humano". Desejava cavar as histórias e chegar à origem, desvendar toda e cada que pudesse encontrar.

Uma delas, por exemplo, dizendo respeito aos infames subterrâneos.

Dizia respeito a assombrações. E passados. E prisões e homicídio. E os velhos moradores da Mansão de Wesker. Raven gostava de histórias. Em especial, histórias de terror. Ao fechar os olhos para os vivos e mergulhar nas sombras, podia ver aquilo que todos os outros esqueceram. Entrava em sua própria mente de frio e noite, tão fundo e comfortável como sua própria casa, e enquanto o negro tomava seu globo ocular por inteiro, o sorriso de sua marca registrada aparecia. Andava pelo canto da parede, sentindo o metal enferrujado, a brisa gélida dos há muito falecidos. Conversavam, choravam, cantavam, sufocavam e ascendiam novamente. Não necessariamente nessa ordem. Nem mesmo o som das botas de salto podiam ser reconhecidos sob a névoa. Brincou com os próprios dons para manter-se ocupada, fez a sombra de um corvo com a ponta dos dedos. Mas perdeu a atenção deixou-o se dissolver quando ouviu o som de vozes. Vozes de vivos.

Garotas. Três ou quatro, não saberia dizer. Pouco lhe importava por que motivo estavam lá. Mas tinha um leve palpite. Eu não posso ser a única a ficar entediada. Vozes infantis indicavam que pelo menos duas delas teriam sido alvos fáceis, facilmente atemorizadas, e sua mente, ainda mais infantil, voltou aos velhos hábitos. O que é isso, Raven. Tendo ideias, depois de tantos anos? Deixou as travessuras de lado, lembra-se? Mas era curiosa. A luz era mais forte onde estavam, e a garota não gostava disso. Incrementando a densidade do campo negro ao seu redor, encobriu-se e inclinou-se despreocupadamente sobre as grades da sela mais próxima das meninas. Não poderiam vê-la, ao menos que quisesse. Sorriu. Ficaria de camarote, e se fosse conviniente, poderia considerar assombrá-las um pouco.

Mas tudo ao seu devido tempo.

clothes: HERE~ playlist: sweet dreams - marilyn manson ~ thanks, baby doll @ ETVDF
You know what I love about funerals? Everything I own is black


Última edição por Raven E. Baskerville em Ter Maio 08, 2012 9:09 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa E. Hool Campbell
Estudantes do WHS
Estudantes do WHS
avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 02/05/2012

MensagemAssunto: Re: Túneis    Ter Maio 08, 2012 5:06 pm



Girls, we run this motha!

-Calma calma! Lice já estou indo! - Disse Melissa arrumando á sua mochila, que andava com ela todo dia.Sua irmã Alice e ela era muito grudadas,elas fazia praticamente tudo juntas,mas é claro cada uma tinha seu poder especial e tudo.Melissa era á considerada ''boa'' do que sua irmã Alice , mas isso talvez devia ao fato que Alice tinha o seu próprio mundinho.As coisas aconteceram muito rapidamente: Melissa e sua irmã foram chamadas para entrar num colégio para pessoas especiais que nem elas.

Cada passo que Melissa dava seus pés ficavam completamente amolecidos como tivesse pisando em gelatina ou coisa assim,seus passos eram de forma rápida e apressada de igual forma.Alice ficara cada vez mas animada,á cada vez que chegava mais perto do destino final.A alguns metros dali vira de longe o lado mais tenebroso do Instituto Wesker ,Melissa não sabia o porque teria indo para ali justo ali .

Melissa não sabia o que estava acontecendo com sua irmã,o que ela poderia estar fazendo ali? um dos lugares mais escuros e terríveis do Instituto.Alice correu rapidamente deixando Melissa preocupada com isso,seus passos eram rápidos e precisos,á morena conseguira alcançar á irmã em poucos segundos.Alice gritou em frente á caverna que estava terrivelmente escura em assombrada,Melissa olhou assutada para á irmã tentando assentir com á cabeça falsamente.Melissa nunca entendera porque sua irmã sempre fora assim - louca - mas isso já era de nascença.Alice rapidamente começou á provocar a morena que por sinal estava furiosa,acabara de sujar o tênis novo.Melissa começou á correr - com uma velocidade incrível por assim dizer.A morena sentiu-se que havia alguém á seguindo,o medo tomou conta de seu corpo por completo.A garota olhara rapidamente para os lados tentando localizar Alice,mas via um grande nada.A garota ouviu uma voz semelhante á sua e correu o mais rápido que pode.Alice poderia estar em perigo e Melissa não queria isso á sua irmã.Juntamente com Alice,Melissa avistara umas garotas desconhecidas - Por mera atitude machista sua voz ecoou quase falhando. - O que fazem aqui é muito perigoso. - Melissa sabia que aquilo foi um pouco rude de sua parte não se apresentar,mas ela fez isso por preocupação.Mas isso era outra coisa

Girls!

vestindo: isso
escutando: beyonce - who run the world
thanks, baby doll @ ETVDF
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Charlotte C. G. Hawthorne
Estudantes do WHS
Estudantes do WHS
avatar

Mensagens : 40
Data de inscrição : 02/05/2012

MensagemAssunto: Re: Túneis    Ter Maio 08, 2012 6:02 pm

]







Era dia de aula, e sua mãe puxava o seu pé e Lottie rosnava para a própria mãe. Ela odiava ter de ir a uma escola diferente das normais, era uma escola para anormais.


Ser anormal não era algo bom, afinal quando você não é normal já se torna algo para se preocupar. Seus pais a achavam extraordinária, que pode alterar a sua forma original? Ninguém, apenas ela. A aberração chamada Charlotte


Arrumou-se, trancada em seu quarto para não ter mais interrupções da mãe que já entrará em seu quarto pelo menos umas três vezes. Vestiu a saia xadrez e se irritou, era uma saia. Desde quando Charlotte usava saias? Ela se irritou, mas teria de usar enquanto estivesse nas dependências do colégio. Vestiu a camisa branca e colocou seu colete perto, que exigira usar, por cima da blusa branca, dobrou um pouco as mangas, calçou os sapatos e saiu de seu quarto recém-destrancado.


Recusou-se a tomar o café, e saiu sozinha de casa para ir até a escola. Já sabia onde ficava o prédio e foi para lá que ela foi, mesmo sendo tomada pelo desejo de ir pela direção oposta. Entrou no prédio, ainda era oito e meia da manhã. Charlotte estava adiantada, que interessante podia tirar sua meia hora para explorar o prédio. Começando de baixo para cima, não? Explorar o subterrâneo era sempre interessante.


Desceu até o subterrâneo e andou, o barulho de seus passos era fácil ouvido por mais que não estivesse de salto alto. Mas então, ela trombou com uma garota, de longos cabelos negros lipa , seu rosto corou e então ela virou a garota por pelo menos 5 segundos, retornando a sua forma ruiva original.


Droga, droga. Não era pra acontecer isso. pensou Lottie, ainda corada. Ela estava muda, era como tivessem cortado sua língua.



CITANDO: PHELIPA E SUA MÃE| VESTINDO: UNIFORME ESCOLAR | DATA: 08/05/2012(DATA OFF) |NOTAS: VAMU FAE O QUE GALERE ? | KYOO. @ OPS!





Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Túneis    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Túneis
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wesker High School :: Subterrâneo-
Ir para: